???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/4277
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Concentrações de 25-hidroxivitamina d: fatores associados e relação com níveis pressóricos em idosos hipertensos
???metadata.dc.creator???: Neves, Juliana Padilha Ramos 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Gonçalves, Maria da Conceição Rodrigues
???metadata.dc.contributor.referee1???: Silva, Alexandre Sérgio
???metadata.dc.description.resumo???: A hipovitaminose D vem sendo estudada nos últimos com uma prevalência importante no mundo inteiro em todos os estágios da vida, destacando-se a população idosa por apresentar maior risco devido a redução da capacidade de gerar o precursor da vitamina D na pele, mudança de estilo de vida e redução de atividades físicas ao ar livre. A sua deficiência tem implicações na saúde, dentre elas, a relação inversa com a pressão arterial. Neste estudo avaliou-se fatores relacionados à prevalência de níveis inadequados da 25-hidroxivitamina D e sua relação com a pressão arterial em idosos hipertensos pertencentes a Centros de Referência e Cidadania da cidade de João Pessoa-PB/BR. Foi desenvolvido um corte transversal sendo analisadas: 25-hidroxivitamina D, paratormônio, magnésio, albumina, creatinina, glicose e cálcio ionizado, assim como registro da pressão arterial , tipo de pele, consumo de alimentos fonte vitamina D e IMC. Para análise estatística descritiva dos dados, foram utilizadas distribuições absolutas, percentuais, médias e desvio padrão. A comparação entre médias de duas variáveis contínuas foi realizada por meio do Teste T-Student e para análise de variância ANOVA- one way, com nível de significância de p<0,05. A amostra foi de 91 idosos com idade média de 69,73 +7,0 anos, sendo 89% mulheres e 11% homens. A prevalência da inadequação da vitamina (25-hidroxivitamina D <29 ng/mL) foi 33% e em relação aos demais parâmetros bioquímicos analisados, o cálcio e creatinina mostraram-se significativamente maiores no grupo dos idosos com níveis inadequados, entretanto, não ocorrendo valores fora do ponto de corte de cada parâmetro em toda amostra. É pertinente destacar que no grupo dos idosos inadequado, apenas 7,7% mostraram níveis de PTH elevados, porém não afirmando hiperparatiroidismo secundário. Não foi encontrada associação estatística significativa entre o tipo de pele (p= 0,96), exposição ao sol (p= 0,71), permanência ou não em casa durante o dia (p= 0,39) e do IMC (p= 0,91) com os níveis de 25-hidroxivitamina D nos grupos adequados e inadequados. A respeito do consumo de alimentos fontes de vitamina D, o maior consumo de peixe foi positivamente associado com maiores níveis séricos da 25-hidroxivitamina D (p= 0,006), por outro lado, o consumo de ovo, leite integral e desnatado, não se mostraram influenciar. Ao se estudar os níveis pressóricos, a média da pressão arterial sistólica foi significativamente maior (p= 0,03) nos idosos com níveis inadequados da vitamina, não ocorrendo o mesmo para pressão diastólica (p=0,26). Conclui-se que a prevalência da inadequação dos níveis da 25-hidroxivitamina D foi elevada e sua relação com níveis mais altos da pressão sistólica é preocupante. Pelos resultados aqui mostrados, sugerimos incentivo ao consumo semanal de peixe, visto que podem ser coadjuvantes no tratamento da hipertensão.
Abstract: Hypovitaminosis D has been studied in recent years and has a significant prevalence worldwide in all stages of life, especially in the elderly, which are at greater risk due to their reduced capacity to generate the vitamin D precursor in the skin, change in lifestyle and reduced practice of outdoor physical activity. Vitamin D deficiency has implications for health, among them, the inverse relationship with blood pressure. This study evaluated factors related to the prevalence of inadequate 25-hydroxyvitamin D levels and its relationship with blood pressure in elderly hypertensive patients belonging to Reference Health Centers of the city of Pessoa-PB/BR. A cross-section study was developed, where the following variables were analyzed: 25-hydroxyvitamin D, parathyroid hormone, magnesium, albumin, creatinine, glucose and ionized calcium, as well as blood pressure values, skin type, consumption of foods rich in vitamin D and BMI. For the descriptive statistical analysis of data, absolute distributions, percentages, means and standard deviations were used. Comparison between means of two continuous variables was performed using the Student t-test and for the analysis of variance, one-way ANOVA was used with significance level of p <0.05. The sample consisted of 91 elderly patients with mean age of 69.73 +7.0 years, 89% women and 11% men. The prevalence of vitamin inadequacy (25-hydroxyvitamin D <29 ng / mL) was 33% and in relation to other biochemical parameters, calcium and creatinine were significantly higher in the group of patients with inadequate levels; however, there were no values outside the cutoff point for each parameter in the entire sample. It is noteworthy that in the group of patients with inadequate levels, only 7.7% showed high PTH levels, but not confirming secondary hyperparathyroidism. There was no statistically significant association between skin type (p = 0.96), sun exposure (p = 0.71), permanence or not at home during the day (p = 0.39) and BMI (p = 0.91) with 25-hydroxyvitamin D levels in adequate and inadequate groups. Regarding the consumption of foods containing vitamin D, high fish consumption was positively associated with higher serum 25-hydroxyvitamin D levels (p = 0.006); on the other hand, the consumption of egg, whole milk and skim milk seemed not to influence. Regarding blood pressure, the mean systolic blood pressure was significantly higher (p = 0.03) in elderly patients with inadequate vitamin D levels, which did not occur for diastolic pressure (p = 0.26). It could be concluded that the prevalence of inadequate 25-hydroxyvitamin D levels was high and its relationship with higher systolic pressure levels is worrying. Based on results shown here, the weekly consumption of fish should be encouraged, since it may play a role in the hypertension treatment.
Keywords: Idosos
Vitamina D
Hipertensão
Elderly
Vitamin D
Hypertension
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências da Nutrição
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós Graduação em Ciências da Nutrição
Citation: NEVES, Juliana Padilha Ramos. Concentrações de 25-hidroxivitamina d: fatores associados e relação com níveis pressóricos em idosos hipertensos. 2012. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Nutrição) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2012.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/4277
Issue Date: 27-Apr-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Nutrição

Files in This Item:
File SizeFormat 
arquivototal.pdf3.29 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.