???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/4298
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Insegurança alimentar e nutricional de trabalhadores da construção civil de João Pessoa-PB
???metadata.dc.creator???: Brasil, Evi Clayton de Lima 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Vianna, Rodrigo Pinheiro de Toledo
First advisor-co: Araujo, Lindemberg Medeiros de
???metadata.dc.description.resumo???: Os trabalhadores da Construção Civil estão inseridos em um contexto de necessidade da garantia de Segurança Alimentar e Nutricional. Estudos realizados pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, entre 2009 e 2013, traçaram o perfil dos operários do setor no país: maioria negros e pardos, camponeses, com rendimento médio menor em relação a outras categorias profissionais, baixo nível de escolaridade, precarização das condições de trabalho. Dentro dessa discussão, devem ser considerados ainda os operários alojados nos canteiros, camponeses que trabalham e moram durante a semana na obra, retornando com menor frequência para suas cidades de origem. Tais trabalhadores possuem contato intenso com o local de trabalho e estão possivelmente mais susceptíveis à Insegurança Alimentar. Com base no exposto, o presente estudo avaliou o nível de Segurança Alimentar e Nutricional dos trabalhadores da Indústria da Construção Civil, em condições de alojamento, no município de João Pessoa-PB. Trata-se de uma pesquisa transversal, em que foram estudados, inicialmente, 112 operários em situação de alojamento nos 11 canteiros de inserção do Programa Escola Zé Peão. Como critérios de inclusão, foram selecionados trabalhadores com no mínimo três meses de situação de alojamento nos canteiros, devido ser este o tempo utilizado nos estudos para avaliação da Segurança Alimentar. Indivíduos acometidos por doença metabólica ou mental foram excluídos do estudo. Além disso, devido ao processo de rotatividade, fato recorrente e específico do campo de pesquisa, somente 59 operários participaram de todas as etapas. Em cada canteiro, ocorreram três encontros em um intervalo de, no mínimo, três meses, entre maio e novembro de 2013. No primeiro, foram coletados peso, estatura, circunferência da cintura e dobras cutâneas. No segundo, foi aplicado recordatório alimentar de 24 horas para elaboração do Índice de Qualidade da Dieta do canteiro de obras e domicílio para efeito de comparação. No último, foram aplicados novamente os recordatórios alimentares de 24 horas, a Escala Brasileira de Medida de Insegurança Alimentar e um questionário socioeconômico. As análises estatísticas foram descritas em médias, desvio-padrão, frequências e pela correlação de Pearson. Percebeu-se que a maioria dos trabalhadores estavam com Insegurança Alimentar e Nutricional e excesso de peso. Identificou-se risco metabólico e, a média do percentual de gordura estava acima do preconizado. Os valores médios do Índice de Qualidade da Dieta denotaram uma dieta com necessidade de modificações, principalmente para o canteiro de obras. O consumo de hortaliças, frutas, leite e derivados, gordura total e sódio estiveram abaixo das recomendações. Houve associação estatisticamente inversa entre o Índice de Qualidade da Dieta e Índice de Massa Corporal, circunferência da cintura, percentual de gordura total e colesterol. Face ao exposto, foi possível constatar um cenário de risco para saúde e de Insegurança Alimentar e Nutricional entre os trabalhadores pesquisados.
Abstract: Construction workers are embedded in a context of need for ensuring Food and Nutritional Security. Reports conducted by the Department of Statistics and Socioeconomic Studies, between 2009 and 2013, traced the profile of workers in the sector in the country: most blacks and browns, countrymen with lower average income in relation to other professional groups, low education, precarious working conditions. Within this discussion, it should be even considered countryman workers who live in the construction sites during the week, with less frequency returning to their hometowns. Such workers have intensive contact with the workplace and are possibly more susceptible to Food and Nutritional Insecurity. Based on this context, the present study assessed the level of Food and Nutrition Security for workers in the construction industry who live in workplace in the city of João Pessoa-PB. This is a crosssectional study with initially 112 workers in situations of living in 11 construction sites involved in Zé Peão School Program. Workers with at least three months of living in workplace were selected, because this is the time used in the Food Security studies. Individuals affected by metabolic or mental illness were excluded. Moreover, due to the turnover process, specific fact in this field, only 59 workers participated in all stages. At each construction site, three meetings took place in an interval of at least three months between May and November 2013. At first, weight, height, waist circumference and skinfold thickness were collected. In the second meeting, it was applied 24-hour dietary recall to prepare the Health Eating Index concerning the construction site and home for comparison. At last, the 24-hour dietary recalls were applied again, as well as the Brazilian Scale for Measuring Food Insecurity and socioeconomic questionnaire. Statistical analyzes were described as mean, standard deviation, frequency and the Pearson correlation. It was noticed that most of the workers were with Food and Nutritional Insecurity and overweight. It was identified metabolic risk, and the average fat percentage was above recommended. Mean values of the Health Eating Index denoted a diet with necessary modifications, especially in construction site. The consumption of vegetables, fruits, milk, total fat and sodium were below the recommendations. There was a statistically inverse association between Health Eating Index and Body Mass Index, waist circumference, percentage of total fat and cholesterol. Thus, there has been a scenario of risk to health and Food and Nutritional Insecurity among workers surveyed.
Keywords: Indústria da Construção
Segurança Alimentar e Nutricional
Avaliação Nutricional
Consumo de Alimentos
Construction Industry
Food Security
Nutrition Assessment
Food Consumption
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências da Nutrição
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós Graduação em Ciências da Nutrição
Citation: BRASIL, Evi Clayton de Lima. Insegurança alimentar e nutricional de trabalhadores da construção civil de João Pessoa-PB. 2014. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Nutrição) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/4298
Issue Date: 31-Mar-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Nutrição

Files in This Item:
File SizeFormat 
arquivototal.pdf405.64 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.