???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/4845
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Da formação à prática do professor de biologia: representações sociais e docênciaem educação ambiental
???metadata.dc.creator???: Angelo, José Adriano Cavalcante 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Abílio, Francisco José Pegado
???metadata.dc.description.resumo???: A Educação Ambiental (EA), desponta no cenário mundial como uma ação educativa resultante as grandes conferências ambientais, estas, respostasà crise ambiental instalada, causada pela ação humana, e que tem posto a sua própria existência em risco. No Brasil, as Instituições de Ensino Superior (IES), são as principais formadoras de educadores ambientais, e nelas também são debatidas e problematizadas as novas demandas sociais e ambientais. Neste cenário tem-seos docentes que atuam diretamente com uma educação ambiental, sendo eles, frutos de uma formação ocorrida justamentenestas IES. A proposta deste trabalho é analisar como os discentes egressos do curso de licenciatura em Ciências Biológicas, que são os principais responsáveis no ambiente escolar de tratar questões ambientais, veem sua formação em EA. Para tal, foi utilizada a Teoria das Representações Sociais (TRS), um conhecimento socialmente formado, baseado na construção de uma realidade pertinente a um grupo específico. A coleta de dados foi realizadacom a realização de um Grupo Focal, onde um debate em grupo foi realizado, obtendo-se, assim, dados verbais, cognitivos, emocionais, ideológicos e representações. Em seguida osdados foram tratados a partir da codificação da Teoria Fundamentada, em quea coleta e análise dos dados é simultânea.Para a análise,utilizou-sea unidadetema, com os pressupostos daAnálise de Conteúdo. Como produto desta, tem-se, três categorias principais, que tratam dos atributos da EA, da qualidade da formação, e da estrutura da formação, onde destacou-se o discurso leigo e midiático da EA,os conceitos, procedimentose atitudes dos docentes do curso e a insuficiência de disciplinas e programas de pesquisa e extensão que tratem da EA, e da interdisciplinaridade na formação ambiental. Os resultados apontam para o Projeto Político Curricular (PPC)mais recente do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que, baseado nas representações dos discentes, necessita de adequações que venham a contemplaras novas demandas de uma formação docente ambiental, interdisciplinar, que forma um docente para uma sociedade mais sustentável.
Abstract: Environmental Education (EA), emerges on the world stage as an educational activity resulting from major environmental conferences, these, response to environmental crisis installed, caused by human action, and that has put his own existence at risk. In Brazil, the Higher Education Institutions (HEI), are the leading builders of environmental educators, and in them are also discussed and problematized the new social and environmental demands. In this scenariohave the teachers who work directly with environmental education, namely, fruit of a formation occurred precisely in these HEIs. The purpose of this paper is to analyze how the students egresses of degree in Biological Sciences, who are the key players in the school environment to address environmental issues, see themselves in their training in EA. For this, we used the Theory of Social Representations (TSR), knowledge socially formed, based on building a reality relevant to a particular group. Data collection was performedby conducting a focus group, where a group discussion wasconducted, obtaining thus verbal data, cognitive, emotional, and ideological representations. Then the data were treated from the codification of Grounded Theory, in which the collection and analysis of data is simultaneous. For this analysis, the unit theme, with the assumptions of the Content Analysis. As a product of this, it has three main categories, which deal with the attributes of the EA, the quality of training, and training structure, where the highlight was both the layman and media discourse onthe EA, the concepts, procedures and attitudes of faculty members and the insufficiency of disciplines, research and extension programs that deal with EA, and interdisciplinarity in environmental training. The results point to the latest Political Curricular Project (PCP)from the Biological Sciences Course of Federal University of Paraíba (UFPB), which, based on the representations of students, requires adjustments that may behold the new demands of an environmental teaching formation, interdisciplinary education, aiming the formation of a teacher to a more sustainable society.
Keywords: Educação ambiental
Representações sociais
Formação docente
Formação ambiental
Environmental education
Social representations
Teacher training
Environmental training
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Educação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós Graduação em Educação
Citation: ANGELO, José Adriano Cavalcante. Da formação à prática do professor de biologia: representações sociais e docênciaem educação ambiental. 2014. 113 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/4845
Issue Date: 30-Aug-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File SizeFormat 
arquivototal.pdf1.08 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.