???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/5591
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Kant entre Husserl e Heidegger um argumento contra o continuísmo do projeto fenomenológico acerca da subjetividade
???metadata.dc.creator???: Aguiar Filho, José Arlindo de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Torres, Jesus Vázquez
???metadata.dc.description.resumo???: A tese procura estabelecer um ponto de apoio para o estudo da subjetividade na obra de Martin Heidegger. Para alcançar este objetivo traça seu argumento a partir das obras do período entre 1925 e 1930. Os principais textos sobre o assunto são abordados individualmente e indicam uma reapropriação da transcendência e liberdade como centro do que poderia ser o sujeito bem entendido de que Heidegger fala. A caracterização enfrenta, entre outras, a dificuldade de uma proximidade com o projeto fenomenológico de Husserl. Essa dificuldade será articulada em duas versões de um mesmo argumento continuísta. A versão francesa e a versão escandinava. A apresentação das versões e suas principais características e argumentos serão dispostos em busca de um eixo de decidibilidade encontrado na influência kantiana. Para superar a dificuldade do continuísmo o trabalho propõe uma análise da influência da interpretação kantiana no projeto fenomenológico de Heidegger em comparação com o de Husserl. As análises indicam uma incompatibilidade entre a abordagem heideggeriana da subjetividade e a fenomenologia em termos estritamente husserlianos desautorizando assim o argumento continuísta.
Abstract: The thesis seeks to establish a foothold for the study of subjectivity in the work of Martin Heidegger. To achieve this goal it locates his argument in the works of the period between 1925 and 1930. The individual approach of the main texts on the subject indicates a representation of transcendence and freedom as the center of what could be the well understood subject of which Heidegger speaks. This characterization will deal with the problem of Heideggers supposed debt to Husserl's phenomenological project. This difficulty will be exposed in two versions of the same argument: the French version and the Scandinavian version. The presentation of both versions in their key features and arguments will be directed to an axis of decidability found in Kant's influence. To overcome the continuism problem, this work proposes an analysis of Heidegger s interpretation of Kant as major influence on his phenomenological project in comparison with that of Husserl. The analysis indicates a mismatch between the approach of Heidegger's particular view on subjectivity and phenomenology in strictly Husserlian terms. This mismatch allows the conclusion for the continuistic argument s invalidity.
Keywords: Filosofia
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Filosofia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós Graduação em Filosofia
Citation: AGUIAR FILHO, José Arlindo de. Kant entre Husserl e Heidegger um argumento contra o continuísmo do projeto fenomenológico acerca da subjetividade. 2010. 175 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/5591
Issue Date: 8-May-2010
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Files in This Item:
File SizeFormat 
arquivototal.pdf1.07 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.