???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6187
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Da linguagem e sua relação com o autismo: um estudo linguístico saussureano e benvenistiano sobre a posição do autista na linguagem
???metadata.dc.creator???: Barros, Isabela Barbosa do Rêgo 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Nobrega, Mônica
???metadata.dc.description.resumo???: A linguagem é tema central nos estudos sobre o autismo por implicar em um dos pilares para o diagnóstico clínico desse transtorno do comportamento. Entretanto, antes de ser apenas um instrumento diagnóstico, é reduto de constituição e meio de enunciação do sujeito autista. Entender a relação entre este e a linguagem, a partir do reconhecimento do lugar que ocupa perante a língua, a fala e a linguagem, configurou o objetivo desta tese, construída no campo da teoria linguística baseada em concepções de Ferdinand de Saussure e nas concepções enunciativas de Émile Benveniste. A grande incidência de discussões teóricas sobre a linguagem em fonoaudiologia, marcada, sobretudo, pela caracterização ou pela observância de sua existência ou inexistência no autismo, além da escassez de diferentes estudos voltados para a percepção do autismo sob o ponto de vista da linguística, motivaram a construção desta tese. Esta se caracteriza como um estudo teórico no qual lançamos um olhar estruturalista sobre a linguagem, em que são apresentados trechos da linguagem de duas crianças autistas a título de ilustração em meio às discussões, evidenciando uma maneira peculiar ao autista se relacionar com a linguagem, com a língua e com a fala permeada pela segurança entre a linguagem e o sujeito. Concluímos que o sujeito autista está plenamente inserido no sistema linguístico saussureano de uma maneira peculiar, estabelecendo uma relação mais intensa com a fala em decorrência da objetividade das relações sintagmáticas em comparação às relações associativas que exigem a exposição do sujeito. Desta forma, estabelece uma relação desigual na língua marcada pela conquista de posições extremas: preso ao eixo sintagmático por meio de uma fala ecolálica ou solto no eixo associativo por meio de neologismos. Quando nos apoiamos nas concepções de Benveniste, concluímos que há dois tipos de relacionamento do sujeito autista com a fala: uma relação do tipo sujeito objeto marcada pela auto-estimulação e pela segurança no objeto e outra relação do tipo sujeito-linguagem caracterizada por ser a fala meio de enunciação do sujeito. Essas constatações permitiram-nos considerar que na linguagem há uma posição singular de sujeito da enunciação, onde as inadequações no uso dos pronomes comum à linguagem do autista, com a indiferenciação do eu e do tu , promove o surgimento da posição ele , alguém de quem se fala, como o lugar de enunciação do sujeito autista. Esse conhecimento possibilita ao fonoaudiólogo entender a linguagem como algo além da comunicação e compreender que a sintomatologia do autismo é, na verdade, a única possibilidade encontrada do sujeito se enunciar, sendo, portanto, uma característica da linguagem.
Abstract: The language is a central theme in studies of autism because it implies one of the pillars for the clinical diagnosis of conduct disorder. However, rather than just a diagnostic tool, is the home of the constitution and means of enunciation of the autistic subject. Understanding the relationship between this language and, from the recognition of the place it occupies in the face of language, speech and language, set the goal of this thesis, within the field of linguistic theory based on ideas of Ferdinand de Saussure and the ideas enunciative of Émile Benveniste. The high incidence of theoretical discussions of language in Speech Therapy, marked mainly by the characterization or the observance of its existence or nonexistence in autism, and the scarcity of studies on the different perceptions of autism from the point of view of linguistics, motivated the construction of this thesis. This is characterized as a theoretical study in which cast a look on the structuralist language, they are presented excerpts of two autistic children language by way of illustration in the midst of discussions, showing a peculiar way for the person to relate to language, with language and speech permeated with security between language and subject. We conclude that the autistic subject is fully inserted into the linguistic system of Ferdinand Saussure in a peculiar manner, establishing a more intense relationship with speech due to the objectivity of syntagmatic relations compared to the associative relationships that require exposure of the subject. Thus, establishes an unequal relationship in the language marked by the achievement of extreme positions, attached to the shaft by means of a syntagmatic speech echolalia or loose on the shaft by means of associative neologisms. When we rely on conceptions of Benveniste, we conclude that there are two types of relationship between the individual with autism with speech: a relation of subject-object marked by self-stimulation and security on the object and a relation of subject-language is characterized by through the speech utterance of the subject. These findings led us to consider that there is language in a unique position as a subject of enunciation, where inadequacies in the use of pronouns to the common language of autistic, with the differentiation of "I" and "you", promotes the emergence of the position "him , someone who speaks as the place of enunciation of the autistic subject. This knowledge allows the audiologist to understand the language as something beyond communication and understand the symptoms of autism is, in fact, the only possibility to state the subject is found, therefore, a language feature.
Keywords: Linguagem
Autismo
Fonoaudiologia
Linguística
Language
Autism
Speech Therapy
Linguistic
???metadata.dc.subject.cnpq???: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Letras
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citation: BARROS, Isabela Barbosa do Rêgo. Da linguagem e sua relação com o autismo: um estudo linguístico saussureano e benvenistiano sobre a posição do autista na linguagem. 2011. 73 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6187
Issue Date: 4-Aug-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File SizeFormat 
arquivototal.pdf1 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.