???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/7279
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Cidade e Jardinagem: ambivalência socioespacial, estigma e segregação na cidade do Belo Jardim
???metadata.dc.creator???: Adilson Filho, José 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Lima, Elizabeth Christina de Andrade
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho procura analisar a difícil trama de homens e mulheres contemporâneos enredados nas malhas da ambivalência social. As cidades são os lugares por excelência da materialização das tensões e dos conflitos gerados pela dificuldade da convivência com o diferente como alteridade. A despeito das singularidades geográficas, históricas, econômicas e culturais das cidades, visualiza-se com maior ou menor grau processos de segregação sócio-espacial entre indivíduos e grupos sociais, ampliados e ressignificados à luz da mistura de velhos temas e problemas estruturais com as emergências de novas sensibilidades, medos e estigmas trazidos pela modernidade capitalista na sua fase líquida e global. Busca-se, então, apreender a articulação entre processos globais e particularidades locais referentes a tensões e mal-estares causados pela mixofobia a pessoas de localidades consideradas incongruentes com determinado tipo de ordem e civilidade. A cidade de Belo Jardim, no agreste pernambucano, foi o palco de análise destas questões, isto é, interessou-me investigar como as elites da cidade em nome de uma dada concepção estética e social produzem representações e práticas de segregação e como isto se ramifica e atinge os interstícios de um bairro popular. Enfim, trata-se da análise das práticas de jardinagem urbana, de como a elite e grupos de estabelecidos produzem os refugados do Belo Jardim, ou seja, aqueles que são vistos e apreciados como suas ervas daninhas. Esta pesquisa está teórica e metodologicamente apoiada numa perspectiva histórica e sócio-antropológica.
Abstract: This work tries to analyse the contemporary men's and women's hard effort joined in social ambivalence games. Cities are the place for excellence of tenseness and conflicts materialization created by the difficulty to live with the different as alterity. Despite the geographical, historic, economic and cultural singularity of the cities, on large or small scale, there is a visualization of the processes of socio-space segregation among individuals and social groups, enlarged and resignified through the mixture of old themes and structural problems with the new sensibility, fear and stigma emergency brought by capitalist modernity on its global phase. So, there is an attempt to understand the joint between global processes and local particularity relating to the tenseness and discomfort caused by the "myxophobia" to people from incongruous places with some kind of order and civility. The city of Belo Jardim was the analysis stage of these questions, namely, it interested me to investigate how the city s élite, in the name of an aesthetic and social conception, produces representations and practices of segregation and how this grows and affects the interval of a popular neighborhood. Finally, it deals with the analysis of urban gardening practices, the way the élite and established groups produce Belo Jardim's outcasts, those who are seen and considered as trashy. This research is theoretical and methodologically based on a historic and socioanthropological perspective.
Keywords: Cidade
Estigma
Ambivalência
Jardinagem
City
Stigma
Ambivalence
Gardening
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Sociologia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: ADILSON FILHO, José. Cidade e Jardinagem: ambivalência socioespacial, estigma e segregação na cidade do Belo Jardim. 2011. 246 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/7279
Issue Date: 26-Aug-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Sociologia

Files in This Item:
File SizeFormat 
arquivototal.pdf4.48 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.