???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/8388
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Percepção ambiental de estudantes em regimes de tempo regular e integral: estudo em uma escola municipal de João Pessoa-PB
???metadata.dc.creator???: Sousa, Larisse Lima de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Marques, Sônia Maria de Barros
???metadata.dc.description.resumo???: Crianças e adolescentes despendem parte de seu tempo em ambientes escolares, o que, com o Projeto Mais Educação (PME), representa um mínimo de 7 horas diárias. Em João Pessoa, até o final de 2013, das 11 escolas-padrão inauguradas, 6 já participavam do referido projeto, funcionando em sistema misto: parte dos alunos em regime regular e parte em tempo integral. Essa situação motivou o desenvolvimento da presente pesquisa, à medida que fez erigir um questionamento, a saber: como esses dois grupos percebem o ambiente escolar? Partimos da hipótese principal de que há diferenças na percepção dos grupos, sendo que os alunos em tempo integral representam os ambientes da escola em maior quantidade e nível de detalhes. Para verificar a hipótese, foi selecionada uma escola-padrão da rede municipal da cidade de João Pessoa, abarcada pelo PME. Participaram da pesquisa 90 alunos, cuja idade variou entre 8 e 16 anos. Em termos metodológicos, recorremos às seguintes etapas: I- visita exploratória à escola; II- entrevista semiestruturada com a diretora; III- caracterização da escola quanto aos aspectos ambientais (térmico, acústico, lumínico e mobiliário); IV- execução de desenhos-temáticos por parte dos alunos; V- aplicação de questionários junto aos alunos; e VI- discussão das informações coletadas. Os resultados mostraram que não há diferenças significativas entre a quantidade de ambientes representados por alunos dos dois regimes (t(88) = 0,74; valor-p > 0,05). De modo geral, os alunos estabelecem relações positivas com os ambientes escolares, havendo preferência pelo ginásio poliesportivo, que cumpre a função de pátio, pois é onde se reúnem durante o recreio. Não obstante a isso, a repetitiva representação de grades nos desenhos, aponta para a sensação de aprisionamento. A sala de informática é mencionada, mas a ausência de internet implica em uma barreira que a torna inutilizável. Os alunos propuseram melhorias em ambientes existentes, além da criação de área de jogos, playground e piscina. Ao fim da investigação, além do feedback à escola, foram tecidas recomendações para reduzir os problemas detectados, a serem encaminhadas à Secretaria de Educação de João Pessoa.
Abstract: Children and adolescents spend part of their time in school environments; within the “Projeto Mais Educação” (PME) it represents a minimum of 7 hours per day. In the city of João Pessoa, by the end of 2013, from the 11 standard schools opened, six had joined this project, working in mixed system: some students in part-time and others in full-time. This situation led to the development of this research, as it raised a questioning on how these two groups perceived the school environment. The main hypothesis is that there are differences in mental representation between the groups and that full-time students perceive the school environments in greater quantity and level of detail. One of the standard schools that joined the PME from the municipal network of the city of João Pessoa was chosen to test the hypothesis. The ages of the 90 students that took part on the research ranged from 8 to 16 years old. The methodology followed these steps: I- exploratory visit to the school; II- semi-structured interview with the principal; III- description of the school’s environmental aspects (thermal, acoustic, luminous and furniture); IV- making of themed drawings by the students; V- survey with the students; VI- discussing the collected information. The results showed no significant differences between the quantity of environments perceived by students of the two regimes (t (88) = 0.74; p-value> 0.05). In general, students establish positive relationships with school environments, with preference for the multi-sport gymnasium that act as a courtyard because it is where they gather during playtime. Despite this, the recurrent representation of grids in the drawings evidences a sense of imprisonment. The computer classroom is mentioned, but the lack of Internet access implies a barrier that makes it unusable. Students proposed improvements to the existing environments along with the creation of game areas, playground and swimming pool. At the end of the research, besides the feedback to the school, recommendations have been put to reduce the problems encountered and to be forwarded to the municipal Department of Education.
Keywords: Percepção ambiental
Environmental awareness
Escolas
Crianças e adolescentes
Schools
Children and adolescents
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Arquitetura e Urbanismo
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: SOUSA, Larisse Lima de. Percepção ambiental de estudantes em regimes de tempo regular e integral: estudo em uma escola municipal de João Pessoa-PB. 2014. 182f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/8388
Issue Date: 21-Nov-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo Total7.89 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.