???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/8622
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Possibilidades pedagógicas do uso da imagem fotográfica no âmbito do livro didático de matemática
???metadata.dc.creator???: Maciel, Aníbal de Menezes 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rêgo, Rogéria Gaudencio do
???metadata.dc.description.resumo???: A humanidade atravessa um período de intensas mudanças, de todas as ordens, tendo no uso abundante da imagem uma forma de registrar, expressar e promover os acontecimentos que caracterizam a contemporaneidade, marcada pela presença impactante desse fenômeno. Entretanto, a imagem sempre fez parte da evolução do homem como instrumento de comunicação. No contexto atual, ela é utilizada com diversos objetivos nas diferentes áreas de estudo, atingindo o campo da geração e difusão do conhecimento. De maneira ainda que tardia, a escola começa a se incorporar nesse panorama. No presente trabalho, questionamos o paradigma linguístico como forma primordial de texto na tarefa da comunicabilidade humana, ao defendermos a sua ampliação para a perspectiva da cultura visual. Apropriamo-nos da imagem fotográfica, enquanto signo de constituição social, cujo principal papel é o de representar a realidade, através do princípio mediático. Analisamos as funções da fotografia em livros didáticos de Matemática referente aos anos finais do Ensino Fundamental, a partir da afirmação de que a imagem fotográfica pode desempenhar as funções ilustrativa, comunicativa, decorativa e epistêmica nesse canal de veiculação de conhecimento matemático. A ilustrativa serve para chamar atenção de um conteúdo que esteja sendo abordado; a decorativa tem o papel de enfeitar, adornar o livro; a comunicativa é caracterizada pela capacidade de informar alguma situação matemática e a epistêmica ocorre quando a imagem fotográfica tem potencial mediador no desenvolvimento de conteúdos no ensino de matemática, especificamente em relação ao conteúdo de Simetria. Consideramos a contextualização matemática, no âmbito da vinculação dos campos de pesquisa da Cultura Visual e da Visualização Matemática, no processo de ensino de Matemática. Ancoramo-nos em pesquisadores como Santaella, Peirce e Carlos, na discussão sobre a imagem; Flores, na articulação entre Cultura Visual e Visualização Matemática; Maioli, no trato com a questão da contextualização matemática e Rêgo et al, em relação ao estudo da Simetria, entre outros. Nossa investigação caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa e quantitativa do tipo bibliográfica. Defendemos que a fotografia é, entre os gêneros imagéticos, o exemplo clássico de um signo com o mais alto grau de iconicidade e que, em conexão com a contextualização matemática, potencializa o ensino dessa disciplina. Argumentamos, ainda, sobre a necessidade premente de uma educação do olhar, para que a imagem possa se tornar instrumento, não só de comunicação, mas, também, de desenvolvimento de conhecimentos, como de instrumento para a prática de cidadania. Como resultado final, verificamos que a imagem fotográfica exerceu, nos livros investigados, as funções citadas em relação aos diversos conteúdos de Matemática, notadamente aqueles vinculados à Geometria. Quanto à função epistêmica detectamos um percentual em torno de 65% das fotografias computadas capazes de mediar, expressar, dizer, comunicar o conteúdo matemático trabalhado. Dessa forma, a inserção da imagem fotográfica em livros didáticos de Matemática contribui para o desenvolvimento do conteúdo e para a diminuição da aversão de alunos por essa disciplina.
Abstract: Humanity is undergoing a period of intense changes, in all aspects, having the abundant use of images as a way to register, express and promote the events that characterize contemporaneity, marked by the impacting presence of this phenomenon. However, the image has always been a part of the evolution of man as an instrument for communication. In the current context it is used with many objectives in different study areas, reaching the field of generation and diffusion of knowledge. In a still tardy way, the schools begin to incorporate this panorama. In this study, we question the linguistic paradigm as a primordial form of text in the task of human communicability, when we defend its expansion to the perspective of visual culture. We appropriate ourselves of the photographic image, as a sign of social constitution, of which the main role is to represent reality, through the media principal. We analyzed the functions of photography in didactic math books, referring to the final years of middle school, from the affirmation that the photographic image can have illustrative, communicative, decorative and epistemic functions in this serving channel of mathematical knowledge. The illustrative serve as a way to call attention to a content that is being approached; the decorative has the role of garnishing, adorning the book; the communicative is characterized by the capacity to inform a mathematical situation and the epistemic occurs when the photographic image has de mediating potential in the development of contents in the teaching of math, specifically in relation to the content of symmetry. We considered the mathematical contextualization, within the linking of the research fields of Visual Culture and Mathematical visualization, in the process of teaching Math. We anchored ourselves to researchers such as Santaella, Peirce and Carlos, in the discussion about image; Flores, in the articulation between Visual Culture and Mathematical visualization; Maioli, in the treatment of the question of mathematical contextualization and Rêgo et al, in relation to the study of symmetry, among others. Our investigation is characterized as a qualitative and quantitative research of bibliographical nature. We defend that photography is, among other imagistic genres, the classic example of a sign with the highest level of iconicity and that, in connection to the mathematical contextualization, it potentiates the teaching of this subject. We argue, still, about the pressing need for and education of sight, so that the image can become an instrument, not just of communication, but also, of knowledge development, as an instrument for the practice of citizenship. As a final result, we verified that the photographic image exerted, in the investigated books, the cited functions in relation to the many contents of Math, notably those linked to Geometry. Regarding the epistemic function we detected a percentage of about 65% of the computed photographs capable of mediating, expressing, saying, communicating the applied mathematical content. In this way, the insertion of the photographic image in didactic Math books contributes towards the development of the content and to the reduction of student's aversion to this subject
Keywords: Imagem fotográfica, Ensino de Matemática, Simetria.
Photographic image, Teaching of Math, Symmetry.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Educação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: MACIEL, Aníbal de Menezes. Possibilidades pedagógicas do uso da imagem fotográfica no âmbito do livro didático de matemática. 2015. 224 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/8622
Issue Date: 29-May-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo Total4.87 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.