???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/9106
???metadata.dc.type???: Tese
Title: A influência das informações repassadas pela mídia na descentração social de julgamentos sociomorais
???metadata.dc.creator???: Abreu, Eloá Losano de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rique neto, Júlio
First advisor-co: Cleonice Pereira dos Santos, Camino
???metadata.dc.description.resumo???: O objetivo desta tese foi verificar a influência das informações repassadas pela mídia na descentração socioafetiva dos julgamentos sobre adolescentes envolvidos em atos infracionais. Mais especificamente, perguntou-se o tipo e a quantidade das informações fornecidas sobre o problema dos adolescentes envolvidos em atos infracionais promoveria maior manifestação de tomada de perspectiva social e de empatia nos participantes. Como aporte teórico foram utilizadas as teorias sobre descentração de Piaget, e os modelos de tomada de perspectiva de Flavell e Selman e o modelo de empatia de Hoffman. Este trabalho consistiu numa pesquisa exploratória de delineamento quase experimental utilizando quatro grupos. O tratamento entre os grupos diferenciou a quantidade das informações fornecidas: Grupo 1: recebeu informações sobre as estatísticas da violência cometida por adolescentes no Brasil; Grupo 2: recebeu as mesmas informações do Grupo 1 mais informações sobre o contexto de vida de adolescentes envolvidos em atos infracionais; Grupo 3: recebeu as informações do Grupo 1 mais informações sobre o tratamento oferecido aos adolescentes nas unidades de ressocialização e, finalmente, Grupo 4: recebeu todas as informações fornecidas aos demais grupos. As informações oferecidas para cada grupo foram apresentadas através de vídeos com reportagens televisivas sobre casos reais. Considerando-se encontrar uma variação na descentração dos argumentos para análise da situação de acordo com o tipo de informação fornecida aos grupos, esperava-se que os grupos que receberam mais informações apresentassem argumentos com maior tomada de perspectiva social e empatia ao analisar a questão social. Participaram do estudo, 26 universitários, com idades variando entre 17 e 28 anos, divididos nos quatro grupos. Como instrumentos, foram utilizados um questionário biodemográfico e uma Entrevista sobre o Pensamento Social, que consistiu num instrumento aberto com questões que abordavam o tema dos adolescentes envolvidos em atos infracionais. A entrevista solicitava dos participantes sua opinião sobre as causas da violência cometida pelos adolescentes, quais as responsabilidades do governo e da sociedade na resolução deste problema social, além de uma análise sobre a influência do contexto de vida dos adolescentes e o tratamento judicial recebido pelos adolescentes quando se envolvem em atos infracionais. A condução das atividades em cada grupo consistiu de dois momentos: primeiramente, os participantes de cada grupo assistiram ao vídeo selecionado para sua condição experimental e responderam individualmente à entrevista; em seguida foi realizada um discussão coletiva sobre as respostas dos participantes a algumas das perguntas da entrevista. Para analisar os dados, foi efetuada uma análise de conteúdo das respostas individuais da entrevista. As discussões em grupo foram transcritas e também passaram por uma análise lexical realizada através do software Alceste. Nesta análise, foram realizados dois procedimentos: a análise padrão e a análise cruzada (tri-croisé). A análise de conteúdo permitiu identificar uma influência dos conteúdos apresentados a cada grupo nas respostas dos participantes, variando de acordo com o tema da pergunta respondida por eles. O grupo que recebeu a maior quantidade de informações e o grupo que recebeu as informações sobre as condições das unidades de ressocialização apresentaram, em geral, as respostas com mais tomada de perspectiva social e mais manifestações de afetos empáticos. No que se refere ao Alceste, a análise padrão distribuiu as respostas em três, que distribuíram as respostas dos participantes em dois eixos principais, referindo-se a uma discussão mais abstrata sobre a justiça e as punições aos adolescentes, de um lado, e as ações concretas que devem ser assumidas para melhorar o contexto de vida desses jovens. A análise cruzada apresentou os conteúdos lexicais mais relevantes dentro de cada grupo. Na classe referente ao Grupo 1 encontrou-se uma ênfase na necessidade ter empatia pela situação dos adolescentes, que não possuem uma perspectiva positiva de futuro. No Grupo 2 as respostas centraram-se na falta de condições básicas de vida desses adolescentes para se sustentar de maneira honesta, e a ênfase na necessidade de políticas públicas que ajudem a sanar esses problemas. O Grupo 3 apresentou respostas com foco no tratamento recebido pelos adolescentes quando internados em instituições de ressocialização. Os participantes indicaram a dificuldade de ressocialização dos adolescentes devido à qualidade das instituições e dos profissionais que trabalham nas instituições, e a necessidade de mudanças na maneira de funcionamento delas. No Grupo 4 destacaram-se as respostas que enfatizaram tanto a importância da efetivação de políticas públicas para diminuir a desigualdade social, quanto uma análise dos efeitos do tratamento recebido pelos adolescentes nas unidades de ressocialização, com maior ênfase nesse segundo aspecto. Em conclusão, observou-se que os grupos apresentaram respostas com conteúdo relacionado ao tratamento experimental e, no que se refere ao objetivo principal desta tese, foi possível identificar uma influência das informações na descentração socioafetiva dos participantes. As implicações dos resultados para a área de estudos da Cognição Social e para os estudos futuros estão apresentadas na discussão.
Abstract: The purpose of this thesis was to verify the influence of the information transmitted by the media in the socioaffective decentration of the judgments on adolescents involved in infractions. More specifically, it was asked if the type and amount of information provided on the problem of adolescents involved in offending acts would promote a greater manifestation of social perspective and empathy among participants.. As a theoretical contribution, Piaget's theories of decentration were used, and the perspective taking models of Flavell and Selman and empathy‟s model of Hoffman. This work consisted of an exploratory research of quasi-experimental design using four groups. The experimental treatment differentiated the amount of information provided to the groups: Group 1: received information on the statistics of violence committed by adolescents in Brazil; Group 2: received the same information from Group 1 plus information about the life context of adolescents involved in infractions; Group 3: received the information from Group 1 more information about the treatment offered to adolescents in the resocialization units and finally, Group 4: received all the information provided to the other groups. The information provided for each group was presented through videos with television reports on real cases. Considering a variation in the decentration of the arguments to analyze the situation according to the type of information provided to the groups, it was expected that the groups that received more information presented arguments with greater social perspective and empathy when analyzing the social question. Twenty-six university students, ranging in age from 17 to 28, were divided into four groups. As instruments, a biodemographic questionnaire and an Interview on Social Thought were used, an open instrument with questions that approached the topic of adolescents involved in infractions. The interview asked participants for their opinion on the causes of violence committed by adolescents, the responsibilities of government and society in solving this social problem, besides an analysis on the influence of the life context of the adolescents and the judicial treatment received by the adolescents when they are involved in infractions.. The conduction of the activities in each group consisted of two moments: first, the participants of each group watched the selected video for their experimental condition and responded individually to the interview; followed by a collective discussion about participants' responses to some of the interview questions. To analyze the data, a content analysis of the individual responses of the interview was performed. The group discussions were transcribed and also underwent a lexical analysis performed through Alceste software. In this analysis, two procedures were performed: standard analysis and cross-analysis (tri-croisé). The content analysis allowed to identify an influence of the contents presented to each group in the answers of the participants, varying according to the theme of the question answered by them. The group that received the most information and the group that received the information about the conditions of the resocialization units presented, in general, the responses with more social perspective and more manifestations of empathic affections. As regards Alceste, the standard analysis distributed the responses in three, which distributed participants' responses on two main axes, referring to a more abstract discussion of justice and punishment of adolescents, on the one hand, and the Concrete actions that must be taken to improve the living conditions of these young people. Cross-analysis presented the most relevant lexical contents within each group. In the Group 1 class, there was an emphasis on the need to empathize with the situation of adolescents, who do not have a positive outlook for the future. In Group 2 the answers centered on the lack of basic living conditions of these adolescents to sustain themselves in an honest way, and the emphasis on the need of public policies that help to solve these problems. Group 3 presented responses focused on the treatment received by adolescents when they were admitted to resuscitation institutions. Participants indicated the difficulty of re-socialization of adolescents due to the quality of institutions and professionals working in the institutions, and the need for changes in their way of functioning. Group 4 highlighted the responses that emphasized both the importance of public policies to reduce social inequality and an analysis of the effects of treatment received by adolescents in resuscitation units, with a greater emphasis on this second aspect. In conclusion, it was observed that the groups presented responses with content related to the experimental treatment and, with regard to the main objective of this thesis, it was possible to identify an influence of the information in the socio-affective decentration of the participants. The implications of the results for the study area of Social Cognition and for future studies are presented in the discussion.
Keywords: Descentração
Julgamentos Sociomorais
Adolescentes
Decentration
Sociomoral Judgments
Adolescents
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia Social
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: ABREU, Eloá Losano de. A influência das informações repassadas pela mídia na descentração social de julgamentos sociomorais. 2017. 242 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraíba, João pessoa, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/9106
Issue Date: 7-Apr-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1.95 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.