???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/9124
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Intervenção para o perdão em apenados
???metadata.dc.creator???: Alencar, Thalita Lays Fernandes de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rique Neto, Júlio
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo fundamenta-se na teoria do perdão interpessoal de Enright, que concebe o perdão como uma atitude moral e propõem o seu estudo em três dimensões: oferecer o perdão – dimensão referente às vítimas, e receber o perdão e autoperdão – dimensões referentes aos ofensores. Para cada dimensão são propostos processos clínicos que possuem uma estrutura semelhante composta por quatro fases: reconhecimento, decisão, resolução e aprofundamento. Esta dissertação consiste em um trabalho de intervenção com o objetivo de promover atitudes para receber o perdão e autoperdoar-se em um grupo de apenados. A intervenção foi baseada nas fases e unidades dos processos clínicos e foi realizada em 16 sessões com duração de aproximadamente 90 minutos cada. Foi utilizado um delineamento quase-experimental com dois grupos submetidos a pré-teste e pós-teste: um grupo experimental que recebeu o tratamento da intervenção e o grupo controle que não recebeu nenhum tratamento. Participaram do estudo 10 apenados do sexo masculino em regime semiaberto, sendo cinco participantes do grupo experimental, com idades entre 28 e 47 anos, e cinco participantes do grupo controle, com idades entre 22 e 37 anos. Foram utilizadas medidas de Receber o Perdão, Autoperdoar-se, Desejabilidade Social, Vulnerabilidade, Ansiedade, Depressão e Autoestima. Os resultados mostraram que o grupo experimental apresentou diferenças significativas entre o pré-teste e o pós-teste nas seguintes variáveis: atitude para receber o perdão, desejabilidade social, vulnerabilidade e ansiedade. O método de Jacobson e Truax foi utilizado para analisar individualmente os participantes do grupo experimental sobre as mudanças que poderiam ser confiavelmente atribuídas à intervenção e sobre a significância clínica dessas mudanças, que indica se elas foram robustas o suficiente para serem consideradas relevantes. Verificou-se que quatro participantes apresentaram melhoras confiáveis na atitude para receber o perdão, dois participantes na atitude para autoperdoar-se, três participantes na autoestima, dois participantes na vulnerabilidade e um participante na depressão. Foram clinicamente significativas todas as mudanças na atitude para receber o perdão, na atitude para autoperdoar-se e na autoestima. Os melhores resultados com a dimensão receber o perdão estão de acordo com o esperado, uma vez que a literatura aponta que o processo de autoperdão é o mais difícil entre as três dimensões do perdão. Os resultados obtidos indicam que este estudo atingiu parcialmente o objetivo de contribuir para avanços significativos na promoção do perdão e para a melhoria do bem estar dos participantes da intervenção. Considera-se que as habilidades e estratégias trabalhadas poderão auxiliar participantes em suas relações interpessoais e na resolução de conflitos.
Abstract: This study is based on Enright‟s interpersonal forgiveness theory, who conceive forgiveness as a moral attitude and propose its study in three dimensions: forgiving another - dimension of the victims, and receiving forgiveness and self-forgiveness - dimensions of offenders. For each dimension are proposed clinical processes that have a similar structure composed of four phases: uncovering, decision, work and outcome. This dissertation is an intervention work with the aim of promoting attitudes to receiving forgiveness and self-forgiveness in a group of inmates. The intervention was based on the phases and units of the clinical processes and was performed in 16 sessions each lasting approximately 90 minutes. A quasi-experimental design was used with two groups submitted to pretest and posttest: an experimental group that received the intervention treatment and a control group that received no treatment. Participants were 10 male inmates in semi-open regime, with five participants in the experimental group, ages ranged from 28 to 47 years, and five participants in the control group, ages ranged from 22 to 37 years. Measures of Receiving Forgiveness, Self-forgiveness, Social Desirability, Vulnerability, Anxiety, Depression and Self-Esteem were used. The results showed that the experimental group showed significant differences from pretest to posttest in the following variables: attitude to receiving forgiveness, social desirability, vulnerability and anxiety. The Jacobson and Truax method was used to individually analyze participants in the experimental group, evaluating the changes that can be reliably attributed to the intervention and the clinical significance of this change, that indicates if they are strong enough to be considered relevant. Were found reliably improvement of four participants in atitude to receive forgiveness, of two participants in atitude to self-forgiveness, of three participants in self-esteem, of two participants in vulnerability, and of one participant in depression. All changes in the attitude of receiving forgiveness, atitude to self-forgiveness, and self-esteem were clinically significant. The best results with the dimension receiving forgiveness were expected, since literature points out that the self-forgiveness process is the most difficult among the three dimensions of forgiveness. The results indicated that this study partially achieve the objective of contributing to significant advances in the promotion of forgiveness and to the improvement of the well-being of the intervention participants. It is considered that the skills and strategies worked may help participants in their interpersonal relationships and conflict resolution.
Keywords: Receber o perdão
Autoperdão
Intervenção
Receiving forgiveness
Self-forgiveness
Intervention
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia Social
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: ALENCAR, Thalita Lays Fernandes de. Intervenção para o perdão em apenados. 2017. 169 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraíba, João pessoa, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/9124
Issue Date: 3-Mar-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2.01 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.