???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/9599
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O corpo como espelho do outro: interlocuções entre Merleau-Ponty e Lacan
???metadata.dc.creator???: Santos, Francisco de Assis Bezerra dos 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Caminha, Iraquitan de Oliveira
???metadata.dc.description.resumo???: O corpo é um tema fundamental para a psicanálise. Para a filosofia, encontrou em Merleau-Ponty sua maior expressão, em especial no livro Fenomenologia da percepção. Em Lacan, figurou como ponto de partida em sua obra e perfez grande parte do seu ensino, até o final. Problematizar o corpo parece necessário e imperativo, frente à tendência cada vez mais reificante do desenvolvimento científico acerca do sujeito e do seu corpo. Entre o biologizante e o místico, filosofia e psicanálise são campos que tornam possível a discussão a respeito de um tema tão contundente sem cair nas vertentes dissonantes do saber. O objetivo deste trabalho dissertativo é argumentar, com Merleau-Ponty e com Lacan, como o corpo se apresenta como correlativo ao sujeito, e como se articula a formação do eu a partir deste corpo próprio, termo marcante nos dois pensadores. Ao se utilizar de uma metodologia voltada para a leitura aprofundada dos textos e dos autores e discussão de seus conceitos e premissas, a presente dissertação dá oportunidade de perceber que os referidos pensadores, cada um em seu campo, tornou possível ou mais viável o entendimento do papel primordial, fundamental, fundante e permeador do corpo na experiência do homem.
Abstract: The body is a key issue for psychoanalysis. For philosophy, found in Merleau-Ponty it's greatest expression, especially in the Phenomenology of Perception. In Lacan, figured as a starting point in his work and amounted to much of his teaching, until the end. Problematize the body seems necessary and imperative, against the trend increasingly reifying of scientific development on the subject and your body. Among the biologizing and the mystical, philosophy and psychoanalysis are fields that make possible the discussion of such a forceful theme without falling into the dissonant aspects of knowledge. The objective of this work is to argue argumentative with Merleau-Ponty and Lacan, as the body itself as correlative to the subject, and how it articulates the formation of the self from this body, marked term in the two thinkers. When using a focused methodology for in-depth reading of the texts and authors and discuss their concepts and assumptions, this dissertation provides an opportunity to realize that these thinkers, each in his field, made it possible or feasible to understanding primary role, fundamental, foundational and mediator body in the experience of man, the subject of the self.
Keywords: corpo próprio
Filosofia
Imagem
Psicanálise
Sujeito
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Filosofia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Citation: SANTOS, Francisco de Assis Bezerra dos. O corpo como espelho do outro: interlocuções entre Merleau-Ponty e Lacan. 2016. 90 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)- Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/9599
Issue Date: 1-Jun-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf651.31 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.